As bases de cobertura alta (O guia das bases da MAC – parte IV)

May 19, 2011 § 3 Comments

Por mais que a gente cuide da pele, tem horas que não tem jeito: o stress, o clima ou os hormônios atacam e vira aquela tristeza: espinhas, manchas e várias imperfeiçõezinhas… Nessa hora a única solução é usar uma base de alta cobertura (ou se trancar em casa até passar! rss) Eu ainda continuo apostando naquela base da Vichy como a única que cobre tudo, mas a MAC não deixa a desejar oferecendo três boas opções: uma de acabamento natural e duas de acabamento matte. Essas bases também são legais para aquelas meninas que, mesmo sem muitos defeitinhos, preferem uma base mais sofisticada para usar à noite.

01. Studio Sculpt  – R$123 – ela bombou bastante em um fashion week de inverno algumas edições atrás, quando os maquiadores resolveram trocar a onipresente Face and Body por um produto que criasse uma pele mais sofisticada. Essa base tem uma cobertura mais alta, que disfarça bem as imperfeições sem deixar uma aparência pesada. Além disso, tem uma textura meio de gel: bem cremosa, deixando a pele lisinha e com viço – um acabamento hidratado e natural.

02. Studio Fix Fluid – R$123 – essa base líquida é um pouco mais densa que as outras da marca. Ela tem uma cobertura incrível e acaba sendo uma ótima opção para eventos noturnos para quem prefere um produto líquido à um em pó, como a Studio Fix tradicional. Ela não seca absurdamente rápido, então dá para trabalhar na pele com pincel para deixar uma cobertura mais natural. Seu acabamento é bem matte, mas, como todo produto líquido, fica melhor se finalizado com um pouco de , que também vai ajudar a segurar melhor a oleosidade. Só tem que tomar um pouco de cuidado que, assim como acontece com várias bases, infelizmente ela corre o risco de transferir um pouco.

03. Studio Fix Powder – R$123 – suspeito que essa seja a base mais vendida da MAC! Ela é bem legal para usar no dia-a-dia porque, apesar de ser de alta cobertura, pode ser aplicada com um pincel duo fiber para ficar mais leve. Além disso, é bem prática: fácil de aplicar e com acabamento seco, que dispensa o uso de pó finalizador, ajudando a segurar a oleosidade por horas e horas. Tem gente também que gosta de usá-la por cima de uma base líquida mais leve (tipo a Lalá Rudge nesse vídeo no site da Mica Rocha), mas aí tem que ter muito cuidado para aplicar pouco senão a cobertura fica pesada, afinal, apesar do seu acabamento de pó, ela é uma base.

Veja +

O guia das bases da MAC – coberturas e acabamentos
As bases de cobertura leve (O guia das bases da MAC – parte II)
As bases de cobertura média (O guia das bases da MAC – parte III)

§ 3 Responses to As bases de cobertura alta (O guia das bases da MAC – parte IV)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading As bases de cobertura alta (O guia das bases da MAC – parte IV) at Guia de Compras Online.

meta

%d bloggers like this: